sábado, 24 de junho de 2017

Mazinho Loyola, depois de jogador empresário


Bom dia, Boa tarde, Boa noite! Meu nome é Carlinhos Alves, direto de Fortaleza chegamos a sua casa, com o FutCearaCast. Um podcast que fala de futebol, de história, de notícias dos clubes, de entrevistas e demais curiosidades do futebol cearense.
Hoje vamos sobre a carreira de Mazinho Loyola
       Lindomar Ferreira de Loyola nasceu em Tauá, no interior do Ceará em 1969. Quando já estava com 36 anos em 2006, dois anos depois de largar o futebol e tirar bastante dinheiro de suas economias quando era atleta, veio o baque e a certeza de que se não agisse rápido estaria em risco toda a sua sobrevivência e da sua família, foi quando decidiu ser taxista e manter a ocupação na mente. “encontrei uma profissão que salvou o meu dia-a-dia, o meu casamento e a minha vida como um todo”, relata o ex-atacante que começou a jogar profissionalmente em 1987, pelo Ferroviário e depois rodou o Brasil. Ele ainda gerência uma pequena loja de roupas femininas.

            Em 1987 Mazinho foi um dos destaques no time coral campeão cearense de juniores. Depois veio a convocação para o time profissional comandado pelo técnico Erandy Pereira Montenegro e logo na estréia no Campeonato Brasileiro na derrota para o Maranhão Atlético Clube, por 3 x 1, que ele fez seu primeiro gol profissional. Ao todo foram 16 gols em 55 jogos com a camisa do Ferrim.
            O jogador passou por São Paulo, Santa Cruz, Ceará, Rio Branco (SP), Internacional, Araçatuba, Internacional, Corinthians, Paraná, ABC, Gama, União Barbarense, Avaí, Fortaleza e Ferroviário.
           
            Pelo tricolor paulista veio o título do Campeonato Paulista de 1989 e jogou 26 jogos e marcou cinco gols. Pelo Corinthians, foram 14 jogos e marcou um gol. No Fortaleza teve a conquista de dois campeonatos cearense em 2001 e 2003 equipe que esteve naquele período na Série A do Brasileirão. Em 1997 tinha sido campeão paranaense pelo Paraná.

           
            O jogador cearense teve uma carreira vitoriosa e foi peça importante por onde passou, me lembro bem daquele ataque que no Inter de Porto Alegre, Mazinho fazia ao lado de Paulinho Maclaren, pode não ter sido campeão mais deu bastante trabalho as zagas adversárias, um delas foi do Ceará quem 1994, quase era eliminado pela equipe gaúcha.
           
            Narração e edição: Carlinhos Alves, agradecimento a sua audiência e sua sintonia, abraço
           
           
Fonte:
            Almanaque do Ferrão: https://almanaquedoferrao.net/tag/mazinho-loyola/
            Wikipédia: https://pt.wikipedia.org/wiki/Mazinho_Loyola















           
           















Postar um comentário