sábado, 18 de março de 2017

Fortaleza Esporte Clube: Série A 2003 e 2005



Bom dia, Boa tarde, Boa noite! Meu nome é Carlinhos Alves, direto de Fortaleza chegamos a sua casa, com o FutCearaCast. Um podcast que fala de futebol, de história, de notícias dos clubes, de entrevistas e demais curiosidades do futebol cearense.
Hoje vamos falar sobre as participações do Leão do Pici na Série A de 2003 e 2005.

       Em 2003, 24 equipes disputaram a primeira divisão do Campeonato Brasileiro, em 46 rodadas, o início foi no dia 29 de março e o termino no dia 14 de dezembro. Foram 3340 gols em 1202 partidas. O artilheiro dessa competição, foi o Dimba do Goiás com 31 gols, ao todo 5 milhões e 700 mil torcedores freqüentaram os estádios, com média de 10 400 pessoas por jogo.
            O campeão Cruzeiro dirigido por Vanderlei Luxemburgo terminou com 100 pontos, com 31 vitórias, sete empates e oito derrotas. O time mineiro obteve 72,5 % de aproveitamento, fez 103 gols. Alex era o meio de campo, que contava ainda com David e Mota no ataque.
            O tricolor cearense estreou em casa, no dia 30 de março, no Castelão e ficou no empate com o Bahia por 0 x 0. Foram 49 pontos, com 12 vitórias, 13 empates e 21 derrotas.
            Entre as vitórias destacamos primeiro, o êxito na quinta rodada, contra o Atlético (PR), por 1 x 0, no dia 20 de abril no Estádio Presidente Vargas. No dia 18 de maio, também no PV, o Leão venceu o Goiás pelo mesmo placar, 1 x 0. Gol de Vinicius Carioca. Dirigido por Ferdinando Teixeira, a equipe tinha entre outros jogadores, Alyson, Kel e Clodoaldo.
            No dia 01 de junho, novamente no estádio Presidente Vargas, contra o Juventude (RS), a equipe cearense venceu por 3 x 1, gols de Kel, Marcos Paulo e Alyson.
            

            Apesar de ter terminado em 23° lugar e ter sido rebaixado, as poucas vitórias do Fortaleza foram bem convincentes, como a que aconteceu no dia, 12 de julho, no Castelão por 3 x 0 em cima do Internacional (RS), gols de Alyson e duas vezes Finazzi, o treinador já era Luís Carlos Cruz.
          
            E logo na 19° rodada, o Leão foi ao Maracanã e venceu o Flamengo por 2 x 0. Gols de Vinicius.
         
            E 4 x 3 no Atlético (MG), no dia 19 de julho davam a sensação da recuperação tricolor, com três vitórias seguidas. Gols de Alyson, Vinicius e Clodoaldo. Depois vieram algumas derrotas e no dia 06 de agosto, uma vitória convicente em casa, contra o Fluminense de Joel Santana e que tinha o baixinho Romário, o autor único do gol do tricolor carioca, para o Fortaleza que venceu por 3 x 1, marcaram, Finazzi e Marcos Paulo duas vezes.
            Como são 46 jogos fica difícil lembrar todos os jogos, então resolvi aqui falar apenas de vitórias, como a conquista do Leão cearense contra o Leão baiano. No dia 21 de setembro, no Junco em Sobral, 1 x 0 sobre o Vitoria (BA), gol do Leão Renna. Em seguida uma vitória por 1 x o, fora de casa, novamente contra o Goiá, no Serra Dourada, gol de Sérgio.
            E na 33° rodada, outra conquista, contra o Guarani (SP), por 3 x 0, Dois gols de Vinicius e  um de Renna. Depois desse jogo, o time cearense se perdeu na competição e acumulou empates e derrotas.
            Mas como o Leão do Pici gostava de surpreender a todos ele conseguiu uma vitória importante por 4 x 1 Flamengo, no Castelão lotado.
            

            Com a vitória de 5 x 3 sobre o Paraná, no dia 31 de novembro, no Castelão, o time ainda inspirava a torcida para ficar na elite do futebol cearense, mas o empate com o Coritiba (PR) e derrota para a Ponte Preta, selaram o destino tricolor naquele ano.
            Em 2005, eram 22 equipes que disputaram a Série A, com 42 rodadas, 2898 gols em 1214 partidas, o Corinthians foi campeão com 81 pontos, 24 vitórias, 9 empates e 9 derrotas. O Romário terminou como artilheiro, com 24 gols.
            O Fortaleza terminou no meio da tabela, em 13° lugar, com 16 vitórias, 7 empates e 19 derrotas. Por uma colocação não foi a Sulamericana. Sua primeira vitória só aconteceu na 4 ° rodada, quando venceu a Ponte Preta, por  2 x 1, gols de Mazinho Loyola e Clodoaldo (que foi expulso). O técnico era Wagner Benazzi. Depois venceu o Brasiliense por 2 x 0. E uma grande vitória sobre o Corinthians, por 2 x 1, gols de Mazinho Loyola.
            

            Na rodada seguinte o leão, venceu fora de casa, o Paysandu, no Mangueirão. Gols de Fumagalli. E mais uma vitória nessa sequencia bonita, contra o Palmeiras, 2 x 1 Fora de casa. Ganhou ainda do Juventude por  2 x 0. 5 x 2 contra o Figueirense. 2 x 1 contra o Flamengo. Ganhou do Botafogo por 3 x 1, gols de Ronaldo Angelim, Marquinhos e Rinaldo. 4 x 2 contra o Vasco. 5 x 2 contra o São Caetano e 4 x 1 fora de casa, contra o Coritiba (PR). 2 x 0 contra o Brasiliense também fora de casa.
            Na 34° rodada, o Fortaleza foi a BH e venceu o Atlético (MG), no Mineirão por 3 x 2, gols de Alan, Fumagalli e Alex Afonso. O técnico era Valdir Espinoza.
                      Na 37° rodada o Fortaleza venceu outro time mineiro, o Cruzeiro por 3 x 1, no dia 05 de novembro. Uma homérica vitória depois por 5 x 1 contra o Fluminense, um gol do Lúcio, o dois do Alex Afonso e um de Rinaldo.
            E finalmente a vitória sobre o São Paulo por 1 x 0, no dia que Clodoaldo venceu o duelo contra Rogério Ceni. Dia 27 de novembro.
            
            Essa foi a história desses dois anos do Leão na Série A, 2003 e 2005.
           
            Narração e edição: Carlinhos Alves, agradecimentos a Remir Freire.
           
            Fonte:

      


Postar um comentário