domingo, 4 de dezembro de 2016

Chapecoense e o futebol cearense

Bom dia, Boa tarde, Boa noite! Meu nome é Carlinhos Alves, direto de Fortaleza chegamos a sua casa, com o FutCearaCast. Um podcast que fala de futebol, de história, de notícias dos clubes, de entrevistas e demais curiosidades do futebol cearense.

Hoje vamos render homenagens às vítimas e aos familiares do Chapecoense, que sofreu um acidente, na madrugada de segunda para terça, no dia 28 de novembro de 2016, quando a equipe se deslocava para Medelín, onde faria a final da Copa Sulamericana contra o Atlético Nacional da Colômbia. O avião Avro Regional Jet 85, sofreu uma pane seca e vitimou 71, das 76 pessoas presentes no vôo. Infelizmente vamos falar da ligação do nosso futebol cearense com essa tragédia. Temos entre os mortos, o zagueiro Thiego (ex-Ceará), o atacante Kempes (ex-Ceará), Lucas Gomes (ex-Icasa), Josimar (ex-Fortaleza) e o ex-jogador, comentarista da Fox e treinador Mário Sérgio (ex-Ceará). Temos ainda a infeliz coincidência também de Matheus Biteco, que não jogou aqui, mas seu irmão Guilherme Biteco, no Ceará. Outra história que nos liga ao Chape, é o novo treinador do Ceará, Gilmar Dal Pozzo, que já treinou a equipe catarinense.
                                                   
William Thiego
                                                                     
            Vamos começar falando de Willian Thiego, que em 2012, foi campeão cearense e eleito melhor zagueiro do campeonato e jogou 43 partidas com a camisa do vozão e marcou, 4 gols. Ele que já tinha um contrato assinado para atuar pelo Santos nas próximas duas temporadas é natural de Aracaju (SE), atou pelo Sergipe, Grêmio, Kyoto Sanga, Bahia, Figueirense, Khazar Lankaran. O jogador foi campeão gaúcho em 2007, catarinense em 2016.
Kempes

            Everton Kempes dos Santos Gonçalves nasceu em 1985 em Carpina, interior de Pernambuco, passou pelo Ceará, em 2010 onde disputou a Série A e jogou apenas nove partidas e não teve muito destaque pelas terras alencarinas. Seus melhores momentos foram no América (MG) em 2011 e Cerezo Osaka em 2012 e na atual temporada, onde era artilheiro com 16 gols. Foi campeão catarinense em 2016 e campeão capixaba em 2006, pelo Vitoria (ES).
Lucas Gomes

            O ano era 2014, o Icasa (CE), time de Juazeiro do Norte, estava sendo rebaixado e tinha terminado a Série B em 18° lugar. Mas dentro da equipe um atleta se destacava, era Lucas Gomes, com apenas 21 anos foi o artilheiro do time com 6 gols, em 22 jogos e destaque na Taça Fares Lopes, se sagrando campeão e fazendo 4 gols. Essas atuações o levaram a ser contratado pelo Fluminense (RJ), do então treinador Cristovão Borges. O atacante foi ainda campeão em 2014 pelo Londrina do Campeonato Paranaense e este ano do Campeonato Catarinense.  Com 26 anos e na atual temporada tinha disputado 55 partidas e feito oito gols.
Josimar

            Josimar Rosado da Silva Tavares escapou da morte em 2009, por ter saído da equipe do Brasil de Pelotas (RS) sua terra natal um ano antes. Um acidente na curva de acesso da RS-471 à BR-392, no km 150, em Canguçu, que vitimou três jogadores da equipe pelotense. O jogador de 30 anos era um guerreiro, pois superou banco de reservas e ajudou o seu time da cidade natal, a escapar do rebaixamento sobre o comando do Lisca (doido), onde também tinha sido jogador dele no Inter B, entre 2006 e 2007. Teve seu principal destaque os acessos com a Ponte Preta em 2011 e 2014 e o bicampeonato gaúcho pelo Internacional, em 2012 e 2013. No Fortaleza Esporte Clube, jogou pela Série B de 2008 e jogou apenas cinco partidas.
Mateus Biteco e Guilherme Biteco

            Guilherme Biteco passou rapidamente pelo Ceará Sporting Club esse ano, com apenas três jogos e seu irmão Matheus Biteco que começou com ele nas categorias de base do Grêmio (RS), tinha apenas 21 anos e foi campeão do Torneio de Toullon (2013) e Torneio Internacional de COTIF (2014), com a seleção brasileira de futebol.
Mário Sérgio

            Era 21 de agosto de 2010, o Ceará vencia o Grêmio por 2 x 1, na Arena Castelão, quebrava um jejum de sete partidas sem vitórias e voltava ao G4, com um gol que levou Geraldo as lagrimas aos 44 minutos da etapa final. O treinador alvinegro era o então polêmico Mário Sérgio, que mesmo estreando com o pé direito no futebol cearense naquela Série A, teria um desempenho ruim pela equipe alvinegra, com apenas 1 vitória, um empate e quatro derrotas. E saiu soltando farpas e dizendo que o Ceará não iria a lugar nenhum, mas no final o Ceará se classificou para a Copa Sulamericana.
            Mesmo com essas polêmicas, Mário Sérgio que atualmente era comentarista da Fox, nasceu no Rio de Janeiro em 1950 jogou pelo Flamengo, Vitória, Fluminense, Botafogo, Rosário Central (ARG), Internacional, São Paulo, Ponte Preta, Grêmio, Internacional, Palmeiras, Botafogo (SP), Bellinzona (SUI) e Bahia. Jogou oito jogou pela seleção brasileira. Como treinador treinou 11 equipes. Foi campeã da Taça Guanabara (1970-1975), Baiano (1972), Campeão Carioca (1975-1976), Campeão Brasileiro (1979), Campeão Paulista (          1981) e Copa do Mundo de Masters (1991) e foi várias vezes da seleção da placar do Brasileirão de futebol: (1973, 1974, 1980, 1981). Mesmo tendo várias situações complicadas, ele era um ser humano e lamentamos sim, sua morte, pois ele fez história no futebol brasileiro.
            Para finalizar vamos destacar a contratação do Ceará Sporting Club, do treinador Gilmar Dal Pozzo, que em 2012 pegou o Chapecoense, na zona de rebaixamento para Série D e estreou com uma goleada contra o Caxias e depois no mata-mata venceu a Luverdense e subiu para a Série B e depois com uma campanha de 72 pontos, 20 vitórias, 12 empates e apenas seis derrotas, com 60 gols marcados e  o vice-campeonato ficando atrás apenas do Palmeiras campeão naquele ano. Levou a equipe catarinense a Série A de 2014.
Gilmar Dal Pozzo

            Gilmar Dal Pozzo disse que soube da fatalidade, enquanto estava indo a Fortaleza acerta com o time cearense: “       foi muito triste..., eu não próximo neste momento. Muitas das pessoas que conheci na Chapecoense ainda estavam lá, não só jogadores, mas roupeiro, massagista e tanta gente da comissão” De acordo com o treinador ele falou na noite de sábado, antes do jogo do Palmeiras, com o presidente do Clube, Sandro Pallaoro. “Ele contou que estava na dúvida se ia viajar, ou não, porque queria ficar em Chapecó em solidariedade a João Carlos Maringá, que estava com a esposa doente. Como Grazi veio a falecer, acho que  o Sandro tomou a decisão de viajar de ir a Medellín.
           

Narração e edição: Carlinhos Alves, dedicado a cidade de Chapecó que fica no oeste de Santa Catarina e aos seus 210 mil habitantes, estamos juntos Chape.
Fonte:
El País: Tragédia com avião da Chapecoense mata 71 na Colômbia: http://brasil.elpais.com/brasil/2016/11/29/deportes/1480407077_927048.html
Mercado do Futebol: Não é só futebol! ForçaChape: http://mercadodofutebol.net.br/bora-vozao/nao-e-so-futebeol-forcachape/
Wikipédia: Everton Kempes dos Santos Gonçalves: https://pt.wikipedia.org/wiki/Everton_Kempes_dos_Santos_Gon%C3%A7alves
Wikipédia: Lucas Gomes da Silva: https://pt.wikipedia.org/wiki/Lucas_Gomes_da_Silva
Wikipédia: Josimar  Rosado da Silva Tavares: https://pt.wikipedia.org/wiki/Josimar_Rosado_da_Silva_Tavares
Wikipédia: Guilherme Biteco: https://pt.wikipedia.org/wiki/Guilherme_Biteco
Esporte IG: Na estréia de Mário Sérgio, Geraldo encerra jejum do Ceará contra o Grêmio: http://esporte.ig.com.br/futebol/2010/08/21/na+estreia+de+mario+sergio+geraldo+encerra+jejum+do+ceara+9570212.html
Globo Esporte: Novo técnico do Ceará, Gilmar Dal Pozzo fez história na Chapecoense: http://globoesporte.globo.com/ce/futebol/noticia/2016/11/novo-tecnico-do-ceara-gilmar-dal-pozzo-fez-historia-na-chapecoense.html
Lance: ex-técnico da Chape revela que Pallaoro quase desistiu da viagem,: http://m.lance.com.br/chapecoense/tecnico-chape-revela-que-pallaoro-quase-desistiu-viagem.html










Postar um comentário