domingo, 20 de novembro de 2016

Títulos de times pequenos parte 2

Bom dia, Boa tarde, Boa noite! Meu nome é Carlinhos Alves, direto de Fortaleza chegamos a sua casa, com o FutCearaCast. Um podcast que fala de futebol, de história, de notícias dos clubes, de entrevistas e demais curiosidades do futebol cearense.
Hoje vamos falar nessa segunda parte do nosso programa, sobre os títulos de equipes sem muita tradição no futebol cearense mais que fizeram história. Tramways, Calouros do Ar e Gentilândia.

                Só uma retificação, no programa anterior faltou falar sobre o quarto título do Maguari, que ocorreu em 1944. Essa seria a 30° edição do Campeonato Cearense. Ubaldo foi o artilheiro, com 12 gols. A equipe foi campeã invicta com 9 vitórias, 50 gols marcados e 11 sofridos. Seis times disputaram esse ano, todos da capital, entre eles, Luso Futebol Clube e Peñarol. O Ceará pediu licença no meio do torneio, gerando suspensão a ele por um ano.
            Fundado em sete de setembro de 1933 por funcionários da Companhia Elétrica Ceara Tramway Light e Power CO LTD, que tinha linhas de bonde e ônibus em Fortaleza, o Tramway disputou pela primeira vez o certame estadual em 1939 com sete derrotas em 11 jogos. Em 1940 foi campeão com três jogos de antecipação. Foram 15 jogos, 12 vitorias 02 empates, 01 derrota, 42 gols marcados e 17 gols sofridos. No ultimo jogo já em 1941 com dificuldades financeiras encerra as atividades.
            O nome Calouros do Ar surgiu para homenagear o conjunto musical da base aérea de Fortaleza e os aspirantes a oficiais aviadores que chegavam à base aérea de Fortaleza. O clube fundado no dia 01 de janeiro de 1952 tem o tremendão da Aerolândia como seu mascote. E o uniforme de camisas com listras verticais vermelhas, verdes e brancas, calção branco e meias brancas ou verdes. O Estádio Jose da Silva Porto tem capacidade para três mil pessoas.
            Um grande momento do clube foi vencer o Botafogo (RJ) em um amistoso por 1 x 0, no dia 12 de junho de 1954, no Estádio Presidente Vargas.
Gol de Orlando Ciarlini (40’ segundo tempo). O time carioca tinha estrelas como Gerson e Garrincha.
            Em 1955, oito equipes disputaram o titulo cearense. O artilheiro foi Mourão (America) com 12 gols. Entre as equipes participantes estavam Usina e Nacional. O Ferroviário venceu o primeiro turno e o Calouros o segundo turno. Na decisão, cada equipe venceu um jogo.  E a final aconteceu no dia 11 de marco de 1956 e o time da base aérea venceu por 2 x 0 com gols de Zezinho e Zuzinha.
            A formação que entrou em campo e foi campeã contava com Jairo, Pedrinho, Coité, Luciano, Wandyr e Jesus, Edilson Araujo Zezinho, Beto e Helder e Zuzinha. Com 64 anos de existência o clube e presidido por Elio Nogueira e disputou pela ultima vez o Campeonato Cearense da terceira divisão em 2014.
Gentilândia

            O Coronel Jose Gentil Alves de Carvalho, dono de boa parte dos terrenos do bairro Gentilândia construiu o Club Social da Gentilândia, com sede na Rua Rodolfo Teófilo, hoje Waldery Uchoa. Daí surgiu em 01 de janeiro de 1934 a ideia de formar um time de futebol se reuniu então Oton Sobral, Moacir Machado, Jandir Machado, Paulo Araujo, Jose Lemos, Raimundo Cals que fundaram o Gentilândia Atlético Clube.
                   O “O Clube dos Acadêmicos” teve vários encerramentos e retornos das atividades durante anos. Em 1937 foi o primeiro fim. Um ano depois voltou como “Leão do Subúrbio”. Em 1943 o clube disputou a segunda divisão e abandonou.  No ano de 1968 novamente competiu na Serie B cearense ficando em ultimo lugar. Nesse ano o Gentilandia encerrou suas atividades.
            O time foi campeão em 1956 só ganhando, o primeiro turno. O segundo turno não foi disputado, por isso a imprensa da época considerou o Gentilândia como meio campeão. Foram 12 jogos, seis vitorias, um empate e cinco derrotas. 18 gols marcados e 23 sofridos. O titulo foi decidido com o Ceara e a equipe venceu por 1 x 0 o vovô. A equipe base foi Pedrinho, Quixadá Becil, Lamparina, Célio, Teófilo, Edílson, Pipiu, Fernando Santo, Fernando Sátiro e Marcos.

           

Narração e edição: Carlinhos Alves. Dedicado a Tom Barros e Victor Hannover do Bairro Benfica (Gentilândia), aos operários de Fortaleza e a base aérea dos aviadores locais.
Fonte:
Wikipédia: Campeonato Cearense de Futebol de 1944: https://pt.wikipedia.org/wiki/Campeonato_Cearense_de_Futebol_de_1944
Fortaleza Nobre: Memória do futebol cearense – Times operários. http://www.fortalezanobre.com.br/2011/07/memoria-do-futebol-cearense-times.html
Wikipédia: Calouros do Ar Futebol Clube https://pt.wikipedia.org/wiki/Calouros_do_Ar_Futebol_Clube
Craques da Bola Gentilandia Atlético Clube – Campeão Cearense 1956 http://craquesdabola.blogspot.com.br/2012/07/gentilandia-atletico-clube-campeao.html




Postar um comentário