quarta-feira, 17 de agosto de 2016

Olimpíadas da superação e do fora Temer

A última semana dos jogos Olímpicos do Rio 2016 trás muita emoção para os atletas brasileiros e para nós que amamos esporte. Lamenta-se os ouros esperados em alguns esportes, mas alegra-se com as surpresas. Grandes surpresas o Thiago no salto com vara que levou ouro e o Conceição no boxe também ouro, além de gratas alegrias como Nory, Baby e a volta por cima de Hipolyto na ginástica.
Quando Lula trouxe a competição pela primeira vez para o Brasil e um país da América Latina devido ao seu prestígio, não se imaginava  que ele estaria tão perseguido pela mídia brasileira e pela justiça, sendo caçado como um animal, alguém que tanto bem fez para o Brasil e para os pobres.
E o que dizer de Dilma que durante seu mandato preparou a competição e agora jaz no ostracismo a véspera do golpe de misericórdia do Senado Federal.

Como na Copa do Mundo onde esperava um fracasso, os jogos aqui no nosso país também se via com descrença, mas a alegria brasileira, mesmo com o jeitinho de fazer tudo, surpreendeu o mundo, que jogo bonito, mostrando que o esporte é superior as maiores diferenças da política.
Apesar da zika que todos alardeavam, tudo está transcorrendo com tranquilidade. Esse desenho mas uma obra de arte do meu amigo Cival Einsten.

Postar um comentário