quarta-feira, 22 de junho de 2016

Raybum uma família em conflitos em Bloodline da Netflix

Depois de ver duas temporadas de Bloodline, na Netflix eu me pergunto quem desses personagens sou eu, ou alguns dos meus irmãos. Será que um de nós seria o Kevin, o Danny, o John, ou a Meg Raybum. Difícil dizer de cara, mas sem deixar vazar algo para que você veja pessoalmente, só posso destacar que essa série dramática se confunde com muitas famílias e seus conflitos de egos e suas estórias mal contadas de traumas que não podem ser reveladas e viram uma bola de neve.

Não somos uma família perfeita, nem a minha e nem a sua. Pois todo grupo familiar tem um rejeitado, tem um metido a certinho, tem outro que é um porra louca e tem outra que não valoriza as pessoas que a amam.
Quantos pais não são culpados pelos filhos serem os fracassados que são por os tratarem injustamente em boa parte da vida? Essa série é de suspense e de momentos tensos e de realidades mentirosas e por isso, quando você assistir essa obra de arte escrita por Todd A. Kessler, Gleen Kessler, Daniel Zelmann e companhia você vai se surpreender ao encontrar fatos que se confundem com a realidade de muita gente.  Eu me identifiquei com o filho mais velho dos Raybum, o Danny, você assistindo vai descobrir quem mais você gosta e acha semelhança com você nessa série.


Postar um comentário