domingo, 1 de maio de 2016

Primeiro de Maio o dia de lembrar quem realmente constrói o Brasil

Hoje (01/05) só posso dar parabéns a todos os mecânicos, agricultores, pedreiros, domésticos, cozinheiros, zeladores e demais trabalhadores que com suor e as vezes lágrimas transformam nosso país em um lugar melhor.
Falta muito ainda para eles mas desde a CLT com Getúlio Vargas muitas benesses já se obteve e ainda outras conquistas virão. O que esperar ainda desse povo sofredor que mal tem dinheiro para comprar o gás, o feijão e o açúcar?
Com toda certeza essa crise atinge primeiro a base da pirâmide por isso o homem assalariado deixa de lado o emprego formal e vai para o empreendimento autônomo.
Nessas atividades ele vende roupa, água, açaí, passeios turísticos e começa a ver o seu lucro crescer, sua vida prosperar e não pensa jamais voltar a vida de antes, com contas batendo na porta e o salário não cobrindo.
Começamos o mês de maio com esperança, pois abril até o ambulante sofreu e o marketing de turismo muito mais. Não tinha ninguém com interesse em fazer passeios e foi necessário para muita gente pegar as reservas e pagar as contas.
O grande prêmio de Sochi na Rússia no primeiro de maio lembrar um grande trabalhador que nos deixou exatamente nessa data, numa curva de Ímola. Ele foi Airton Senna do Brasil. Era um homem de bons recursos financeiros e não passou fome como muitos, mas era um homem dedicado ao serviço de dar alegria a milhões de brasileiros que num domingo de manhã antes de ir para praia tinha uma alegria de saber que nós estávamos no lugar mais alto do pódio.
Esse dia também promete ser um dia histórico pois Dilma e Lula estarão em São Paulo no ato pela democracia e contra o golpe. Aliás a nossa ainda presidenta vai anunciar um reajuste de 5% no Bolsa Familia programa de governo que começou com Lula e que hoje evita a fome de boa parte da população mais pobre.
Temos que celebrar essa data e ver um futuro com mais perspectivas para os trabalhadores e luta se necessário contra um possível governo ilegítimo de temer.
Postar um comentário