quarta-feira, 2 de dezembro de 2015

Venda e Turismo: A busca permanente

Bato papo e miro a venda.
Converso e insisto na renda.
Vendo o passeio para Águas Belas, Canoa e Jeri, sconna, buggy e até jetsky.
Um cliente diz não, outro diz talvez, alguns até querem, mas pechincham, querem desconto.
Cada dia preciso vender e convencer mostrar um "mar de ilusão", um sonho agregado a um prazer momentâneo, espontâneo, férias doce vida não real.
Enquanto eles passeiam e se divertem o seu gasto alimenta minha casa e paga minhas farras e minha cachaça.

Texto original no site Recanto da Letras da UOL
Postar um comentário