domingo, 28 de junho de 2015

Fortaleza vence fora de casa e lidera com tranquilidade a Série C do Brasileirão

Em jogo de apenas um vacilo da defesa do Salgueiro, Fortaleza vence e se mantêm na liderança do Grupo A da Série C do Brasileirão


Na noite deste domingo (28/06) no Estádio Cornélio de Barros o Fortaleza bateu o Salgueiro pelo placar mínimo de 1 x 0 com gol de Pio. Com o resultado, o Tricolor do Pici quebrou a invencibilidade do Carcará do Nordeste que se mantêm em quarto lugar com oito pontos e amplia a vantagem na liderança, com 13 pontos.
Na próxima rodada, o Fortaleza enfrenta o America (RN) em casa na Arena Castelão, já o Salgueiro (PE) viaja para pegar o Cuiabá (MS) na Arena Pantanal.
O jogo de hoje, se resumiu praticamente ao lance de gol, já que as duas equipes jogavam na linha de defesa e povoavam o meio de campo dificultando a criação de jogadas dos dois times. Os poucos mais de mil torcedores que foram acompanhar a partida não viram muitos lances de perigos, principalmente no primeiro tempo.
Na etapa final e com desvantagem no placar, o Carcará aproveitou das boas jogadas do seu atacante Fagner e das saídas e velocidade de Anderson Potiguar. Mas apesar de criar bastante jogadas, com o recuo do Fortaleza, que estava contente com o placar, Zé Paulo perdeu muitas oportunidades de igualar o resultado.
Logo no inicio do jogo o Fortaleza perdeu o atacante Uiliam, seu substituto Tiago Azulão teve poucas chances de pegar na bola.  Já o Salgueiro pecou muito nas finalizações e no nervosismo do seu ataque.

Tricolor aproveita raro cochilo da defesa do Carcará e abre o placar

Com muitos erros de passe e marcação nos primeiros dois minutos, a primeira chance do jogo veio aos quatro minutos quando Ranieri recuou errado e possibilitou a Uiliam disputar a bola com o goleiro Luciano e em uma bola cruzada quase fazer o gol. No choque a perna direita do atacante Uiliam dobrou fazendo o jogador deixar o campo machucado. O jogo ficou paralisado por dois minutos.  Aos oito minutos numa falta o Fortaleza tentou mais uma vez chegar ao gol. Apenas aos nove minutos que o Salgueiro chegou ao gol adversário com Tiago Paraíba que cruzou e o atacante do Moreilândia cabeceou fraco para defesa do Erivelton. Aos 11° outra cabeçada de Cássio e nova defesa do goleiro tricolor. Aos 13° um cruzamento do Cássio para Casagrande que não alcançou. Até os 15° do primeiro tempo, a partida continuava no meio de campo, com marcação forte das equipes e com poucas possibilidades pelas laterais. Depois da pressão do time pernambucano, o Fortaleza aos 17° chega quando Pio bate falta, Maranhão chuta e bate na defesa. Aos 18° Maranhão num dos raros momentos de vacilo da defesa do Carcará desce pela esquerda cruza rasteiro e Pio coloca para o fundos das redes, aberto o placar. Depois o Salgueiro tenta reagir e num chute forte de fora da área o jogador bate forte e Erivelton defende aos 20°, num vacilo da marcação tricolor. Com o gol as equipes modificaram sua forma de jogar e o Salgueiro partiu em busca do empate possibilitando o contra-ataque do Leão do Pici. Aos 27° o Carcará pressionava mais com bolas levantadas na área para o atacante Casagrande, mas a zaga do Fortaleza tirava todas as bolas. Aos 30° Correa bateu escanteio e defesa tirou por baixo. Aos 34° o Tiago Azulão bateu por baixo e quase marcou, a bola saiu no contrapé do goleiro e foi para fora. Aos 39° Rodolfo Potiguar chuta e bate na barreira. Aos 47° Paulinho Mossoró chuta de fora da área e coloca a bola por cima da meta tricolor.

Salgueiro sufoca Leão mais não consegue o 100° gol na Série C

Com necessidade de gols o Salgueiro parte para cima do Tricolor do Pici e dois minutos do segundo tempo Paulinho Mossoró bate falta e Rogério Paraíba chuta e Tinga tira o gol que seria do empate. Aos 9° Casagrande divide com Adalberto cabeceia fraco e Erivelton defende. Aos 10° Fagner cruza e Paulinho Mossoró chuta forte e por cima do gol. O Carcará do Nordeste com mais velocidade e aproveitando os cruzamentos de Anderson Paraíba, mais uma vez Casagrande tenta, mas perde o gol. O Carcará pressiona nos 13° iniciais da partida, mas a zaga do Fortaleza se fecha toda. Aos 14° Tiago Azulão e Maranhão tabelam e esbarram nas mãos de Luciano, essa sendo praticamente a única chance do Fortaleza no segundo tempo. O jogo ganha em velocidade e mais oportunidades de lances de perigo. Aos 15° Anderson Paraíba bate cruzado e a bola passa na frente do atacante Fagner que não consegue alcançar a bola. Aos 20° o Salgueiro quase marca num chute de fora da área que passou raspando a trave. Só aos 24 ° com Tinga que cruza na área adversária que o Fortaleza consegue sair do seu campo defensivo de novo. Aos 37 ° Kal aproveita vacilo de Adalberto e cruza e Zé Paulo não alcança a bola e se choca com a trave. Um minuto depois o mesmo Zé Paulo chuta pra fora em mais uma oportunidade perdida.  Aos 41° Fagner bate falta mais chuta a bola na barreira. A pressão continuou e aos 47° Tamandaré cobrou lateral Ranieri desviou e Zé Paulo perdeu de cabeça a última chance de gol.


Ficha Técnica:

Salgueiro 0 X 1 Fortaleza
Salgueiro: 1. Luciano 3. Marcos Tamandaré (CP), 2. Ranieri, 6. Rogério Paraíba, 4. Daniel; 5. Rodolfo Potiguar (19. Zé Paulo 35°), 7. Morelândia, 10. Paulinho Mossoró, 8. Anderson Paraíba (21. Kal 25°); 9. Casagrande e 11. Cássio (20. Fagner)
Esquema: 4-4-2
Técnico: Sergio China
Fortaleza: 1. Erivelton, 2. Tinga, 3. Lima, 4. Adalberto, 6. Radar; 5.Correia (CP), 7. Auremir, 8. Pio (gol) (14. Vinicius Hess 34°), 10. Daniel Sobralense; 9. Uiliam (Tiago Azulão 17°), 11. Maranhão (18. Marcio Diogo 32°)
Esquema: 4-4-2
Técnico: Marcelo Chamusca
Gols: Pio (18 minutos 1° tempo)
Cartões amarelos: Moirelândia (44 minutos 1 tempo).
Arbitragem: Rogério Lima da Rocha (SE); Auxiliares: Vaneide Vieira de Góis (SE), Fabrício Leite Sales (PE).

Local: Estádio Cornélio de Barros

Data: 28/06/2015
Hora: 19h

Renda: 10.935 reais

Público: 1.497 pagantes


Postar um comentário