sexta-feira, 1 de maio de 2015

Dia Internacional do Trabalhador é celebrado na AL

Dia Internacional do Trabalhador é celebrado na ALFoto: Marcos Moura

A Assembleia Legislativa celebrou, em sessão solene, na noite desta quinta-feira (30/04), o Dia Internacional do Trabalhador, comemorado amanhã, 1º de maio. Presidido pelo deputado Elmano Freitas (PT), o evento aconteceu no Plenário 13 de Maio.
“É importante que essa data seja lembrada como um dia de lutas importantes. Desde sempre se lutava por melhorias, como a diminuição da jornada de trabalho. Nossa pauta é de dizer que queremos mais direitos para a classe trabalhadora, e não mais juros para bancos”, afirmou Elmano Freitas, que propôs o debate.
O outro proponente da solenidade foi o deputado Moisés Braz (PT). Ele disse que a homenagem é para parabenizar os colegas de diversas categorias de todos os ramos do estado do Ceará, que prestaram e prestam importantes serviços à sociedade.
O deputado federal Odorico Monteiro (PT-CE) chamou atenção para o momento tenso por que passa a sociedade brasileira, devido à “voracidade dos conservadores”. De acordo com o deputado, essa data celebra “a inclusão social de 40 milhões de pessoas feita pelo Governo do PT, proporcionando direitos antes negados”.
Já o vereador de Fortaleza Ronivaldo Maia (PT) ressaltou o 1° de Maio como uma data que sempre deve ser festejada como uma forma de luta por um mundo melhor. O parlamentar lembrou a ofensiva dos setores dos patrões pela aprovação da PL 4330, que fragiliza as relações de trabalho. “Devemos lutar para que isso não se materialize, pois ela vai contra a CLT”, alertou.
Foram homenageados, com a placas comemorativas ao Dia Internacional do Trabalhador, o presidente da Federação dos Trabalhadores, Empregados e Empregadas no Comércio e Serviços do Estado do Ceará (Fetrace), Elizeu Rodrigues Gomes; o presidente da Associação dos Aposentados dos Comerciários de Fortaleza, José Nunes Passos, representado por Francisco Gonçalves; o advogado dos movimentos sociais, Antônio Pinheiro de Freitas, representado por Marcelo de Sousa Pinheiro.
A secretária Nacional de Relações do Trabalhador da Central Única dos Trabalhadores (CUT), Maria das Graças Costa, também foi homenageada. Ela destacou a importância da data e afirmou ser este um momento de ataque frontal à organização sindical. Ela lembrou o caso dos professores que foram “massacrados” no Paraná pela Polícia Militar do governador Beto Richa (PSDB).
“Convocamos as pessoas a vestirem luto em relação a esse ato. Não podemos aceitar que, na véspera do Dia do Trabalhador, possa acontecer esse cenário de guerra, com mais de 200 companheiros feridos e 30 hospitalizados”, enfatizou.
Ainda foram homenageados a presidente da CUT/CE, Joana Darc de Almeida, e o presidente da Federação dos Trabalhadores Rurais e Agricultores e Agricultoras Familiares do Estado do Ceará (Fetraece), Luis Carlos.
Criado em 1889, durante Congresso Socialista realizado em Paris, o 1° de Maio foi escolhido em lembrança à greve geral ocorrida nessa data, no ano de 1886, em Chicago, o principal centro industrial dos Estados Unidos na época. No Brasil, o Dia do Trabalhador foi institucionalizado em 1938 e declarado feriado nacional pelo Governo do Marechal Eurico Gaspar Dutra.
Estiveram ainda presentes o presidente estadual do PT, De Assis Diniz; a primeira-dama do município de Itapipoca, Tina Freires, e a presidente da Ação do Semiárido (ASA), Cristina Nascimento.
CE/CG
Texto original Aqui
Postar um comentário