terça-feira, 9 de setembro de 2014

Lula Morais comenta polarização das eleições entre Dilma e Marina

09/09/2014 - Dep. Lula Morais (PCdoB)09/09/2014 - Dep. Lula Morais (PCdoB)Foto: Máximo Moura

O deputado Lula Morais (PCdoB) disse, durante a ordem do dia desta terça-feira (09/09), que o País começou a entrar numa encruzilhada política que não acontece desde 1989, quando tiveram início os governos neoliberais, primeiro com Fernando Collor de Melo e, depois, com Fernando Henrique Cardoso. “Depois que Lula assumiu a Presidência, o Brasil começou a entrar no lugar em que hoje ele está. Temos bons índices de educação, saúde, confrontando com o outro lado, que tenta negar tudo isso”, alertou o parlamentar.
O deputado avaliou que a campanha presidencial está polarizada entre Dilma Rousseff (PT) e Marina Silva (PSB), a qual, em sua opinião, assumiu propostas neoliberais quando copiou as ideais do FHC e a sinalização maior para independência do Banco Central.
“Quem vai comandar o Banco Central no governo de Marina serão os banqueiros que detestam programas sociais e os gastos com FIES, Prouni, Bolsa Família, etc. É uma proposta mais radical do neoliberalismo”, pontuou.
De acordo com o parlamentar, na disputa à Presidência são apresentados dois projetos: o de Dilma, que quer a melhoria do povo; e o de Marina, com um pensamento de se aliar ao EUA, em detrimento ao Mercosul. “A Petrobras está no front porque se fortaleceu, e já que a estatal está dando lucro, os recursos estão agora no alvo dos acionistas estrangeiros, com o interesse de receber seus dividendos”, finalizou.
CE/JU
Texto original Aqui
Postar um comentário