sábado, 5 de julho de 2014

Copa do Mundo se prepara para reta final

Há meses atrás as pessoas diziam nas redes sociais que #nãovaitercopa e essas mesmas pessoas aparecem dentro dos estádios postando foto adorando a Copa, quanta incoerência.


Outro ponto de vista meu é que eles são os mesmos que diziam que a Copa do Mundo já tinha sido “comprada” pelo governo do PT para que a Dilma fosse reeleita e que agora mais uma vez erram, pois o que vimos nos últimos dois jogos da seleção foi que os adversários e juízes não foram tão amigáveis.

Primeiro as oitavas de finais, entre Brasil x Chile em que o jogo no tempo normal e na prorrogação ficou no empate e o erro da arbitragem ao anular o gol legal de Hulk. Depois veio o jogo contra a Colômbia na Arena Castelão em Fortaleza, em que o jogador Zuniga deu uma joelhada no Neymar e o tirou da Copa.

Superstição

Tudo em fim conspira para que outras seleções sejam campeãs. Para o Brasil ser campeão terá que fazer seus jogadores jovens se superarem, no caso Willian, Oscar e companhia. A curiosidade é que dos semifinalistas, três jogaram na Arena Castelão.  No caso Brasil duas vezes (0x0 com México; 2 x 1 na Colômbia); a Alemanha jogou uma vez (2 x 2 com Gana) e Holanda 2 x 1 México.
Só a Argentina não passou por Fortaleza. Seria ela a campeã, devido essa coincidência?

Um herói holandês

 Holanda e Costa Rica jogaram e em 120 minutos não passaram do 0 x 0, mas no fim o treinador Van Gal trocou o goleiro e colocou Kruel que pegou dois pênaltis e consagrou-se.
Goleiro Kruel globo.com

Depois que De Maria pela Argentina saiu e Neymar pelo Brasil, a responsabilidade de ganhar a Copa fica sempre para os adversários que tem sua seleção completa. Mas que está completa nesse momento? Quase ninguém né?  A Argentina ainda tem Messi, Iguain, Lavezzi e pega a Holanda quase completa, pois também perdeu um jogador, porém os melhores ficaram Van Persie, Robben,etc.
Brasil sem Neymar é verão sem praia, cinema sem namorada, churrasco sem cerveja. A Alemanha tem o cansaço contra, mas é favorita contra a canarinha. Ser favorita não significa ganhar, pois jogadores brasileiros podem ter a arquibancada como combustível, a superação como força.


Postar um comentário