domingo, 22 de junho de 2014

Qual a formula do sucesso dos latinos e companhia sobre os europeus?

A Copa do Mundo tem trazido algumas surpresas com as vitórias de Costa Rica 3 x 1 Uruguai, Chile 2 x 0 Espanha, Costa Rica 1 x 0 Itália, Gana 2 x 2 Alemanha, além da eliminação da própria Inglaterra e Espanha de forma precoce.  
Bryan Ruiz só cumprimenta Buffon para fazer o gol da vitória costarriquenha em Recife (Foto: Reuters)

O que tem se falado é que o clima tropical com sensação térmica abafada tem dado aos latino-americanos a esperança contra os frios europeus. Em certa parte até podemos colocar na conta do clima, mas tem outras situações que ajudam aos pequenos e latinos se darem bem.
Podemos citar que o fim da temporada européia traz ao nosso país jogadores com o alto grau de esgotamento físico e mental e que outros devido à contusão estão de fora como Ribery (França) e Falcão Garcia (Colômbia).
Outro fator é mesmo a falta de renovação de algumas seleções como a Espanha, que trouxe uma geração de jogadores já numa faixa alta de idade, com jogadores como Iniesta, Xavi, e Cassilas.
Não podemos esquecer é claro da torcida latina que invade os estádios brasileiros sedentas de ver jogos de alto nível, causando alguns transtornos devido à ansiedade, como os argentinos e chilenos que invadiram o centro de mídia do Maracanã.


Ainda para equilibrar mais essa contagem de que os times pequenos ou grandes da America do Sul; Ásia e África se dão de bem em cima de seleções de alto nível da Europa é que os jogadores atuam todos nos campeonatos europeus e disputam competições como a Champion League, Copa Europa, Campeonato Inglês, Francês, italiano, espanhol, holandês, etc.
Postar um comentário