sexta-feira, 27 de junho de 2014

Luis Suárez mordeu italiano e nós podemos dar-lhe a condenação máxima?



   O mundo se “chocou” com a reação do atacante uruguaio Luis Suarez que mordeu o zagueiro da Itália Giorgios Chiellini na partida na Arena Dunas em Natal-RN, na última terça-feira (25/06), em jogo valido pela terceira rodada do grupo D. 
Suárez ficará quatro meses sem participar de atividades relacionadas ao futebol Foto: JAVIER SORIANO / AFP

Todos os programas esportivos e a sociedade como um todo concordou que ele fez um ato covarde e agressivo. Quando veio a punição da FIFA, ao atleta, que pegou nove jogos de suspensão pela seleção do Uruguai e mais quatro meses sem jogar e multa de US$ 110 mil, a exaltação foi grande entre a imprensa brasileira.
            No entanto, o zagueiro e capitão do Uruguai, Lugano não gostou da forma como seu companheiro foi julgado e postou em sua pagina do Facebook, um comentário de indignação e impotência. “Creio que é isso que todos sentimos. Todos nós queremos um mundo mais justo, mas esse mundo simplesmente não existe”
Outro a defender o atacante do Liverpool, foi o ex-craque Diego Maradona, que acusou a FIFA de perpetuar uma pena injusta. “Quem vocês pensam que são: Por que não mandá-lo para Guantánamo?

Outro peso, outros tempos?


            Coincidência do futebol há quase 20 anos, no dia 04 de julho de 1994, em partida que o Brasil venceu os EUA por 1 x 0, na Copa do Mundo, o lateral-esquerdo da seleção brasileira Leonardo dava uma cotovelada no zagueiro norte-americano Tab Ramos (uruguaio naturalizado americano), que foi internado e teve a carreira prejudicada. O brasileiro foi suspenso por um jogo e depois excluído da competição.

 

O prejudicado perdoou

            O jogador da Itália Chiellini que sofreu a mordida de Suarez achou demais também a punição ao astro do Liverpool e disse que ele deveria ser pelo menos autorizado a seguir com seus colegas, já que a FIFA retirou suas credenciais.


Somos juízes?

            Já vi casos mais graves no futebol passar em pune. Sei que o jogador cometeu um equivoco, mas com gravidade menor do que a apresentada pelo sensacionalismo midiático. A justificativa da entidade para a punição é que deveria se der exemplo, pois bilhões de pessoas assistem a Copa do Mundo.
            Mas o exemplo começa dentro de uma organização de competição com menos corrupção por exemplo. Pareceu-me aqui, que a FIFA se aproveitou da situação para mostrar um moralismo que não corre nas suas veias como historicamente já se sabe.
            Nós seres humanos gostamos de apontar o dedo bem fácil para alguém, mas se esquecemos que temos os nossos defeitos e que no calor e emoção de um acontecimento podemos cometer atitudes insanas. Como o centroavante do Brasil, Fred comentou sobre o caso e repetiu isso que ainda queria ver Suarez atuando nessa Copa do Mundo 2014.

            Acho que ta na hora de darmos exemplo para os jovens, dentro da nossa casa e não só no esporte. Ele é apenas um reflexo do que se passa no nosso dia-a-dia. Punição sim sou a favor, linchamento moral sou contra.
Postar um comentário