sexta-feira, 20 de junho de 2014

Europa prega perdão das dividas já Aécio prega arrocho salarial

Depois de uma crise geral na Europa, que levou milhares de pessoas ao desemprego, surge uma possível solução para que os países da União Europeia saiam da crise. O Padre- Politically Acceptable Debt Reestructuring in the Euro Zone vinda de um economista francês, chamado Charles Wyplosz visa reestruturar a divida pública nos países mais endividados da Europa, com recursos do Banco Central da Europa (BCE), que compraria a divida dos que estão em dificuldade e transformaria em obrigações perpetua e sem juros.

Com isso os países beneficiados usariam o lucro do BCE distribuídos aos estados-membros através da emissão de moeda e repagariam a divida, com a maturidade do pagamento estendida até 100 anos.
Já no Brasil há ideia é ao contrário. Em jantar para banqueiros e megaempresários o candidato tucano confirmou que seu governo vai adotar a velha politica neoliberal do seu tutor FHC, com "medidas amargas", com desemprego, arrocho salarial, etc.






Postar um comentário