sábado, 14 de junho de 2014

Algumas impressões da Copa

A ansiedade já era menor no dia da abertura da Copa do Mundo Fifa 2014 no Brasil depois de 64 anos do trágico maracanaço. Um ano antes o país vivera a Primavera das manifestações da Copa das Confederações. O medo era que isso se repetisse e fizesse com que as pessoas fossem as ruas e manchassem a imagem da nossa pátria.
Mas durante os últimos trinta dias, a situação foi mudando e de tímidos torcedores com bandeiras minúsculas no carro, as bandeirinhas começaram a surgir em uma rua que fica em frente há um supermercado no bairro Jardim America em Fortaleza.
Na tarde do jogo entre Brasil x Croácia, no Estádio do Itaquerão, a simples apresentação da cultura brasileira não empolgou, apesar de Pitibull. J Lo e Claudia Leite fazerem a animação. Dentro de campo, Brasil começou perdendo, mas logo os jovens jogadores brasileiros Neymar, Oscar foram se soltando e superando a pressão normal de estréia e venceram a primeira partida por 3 x 1, com um pênalti em cima de Fred, que deixou a arbitragem sobre criticas da imprensa mundial.
As vaias da torcida a presidente Dilma fazem parte da democracia brasileira e já foram ouvidas até por Lula no Pan-Americano do Rio de Janeiro em 2007 e depois ele saiu com a aprovação de 89% da população. Só foi ruim ouvir palavras de baixo calão vindas de uma elite que não sabe agradecer as coisas boas que o PT trouxe para eles e para os mais humildes.
Quando chega a época do futebol o desejo se assistir todos os jogos é grande, mas como trabalhador e estudante, o tempo é curto e no segundo dia houve a sorte de meu estágio ter liberado toda a equipe. Pude então assistir México 1 x 0 Camarões, com mais erros de juízes, que resultou na anulação de dois gols de Giovanni dos Santos. O terceiro jogo, da Copa eu vi o somente primeiro tempo devido à prova da faculdade, mas o que vi foi um bom jogo e uma Espanha dominando as ações. Porém quando estava na entrada da Fanor, meu pai me ligou e disse que estava 5 x 1 para a Holanda, de cara duvidei, mas depois fui vendo que era mesmo verdade, um chocolate. Ainda teve Chile 3 x 1 Austrália, que só vi os gols depois.
Hoje não pensava em outra coisa e depois de fazer a prova de inglês pela manhã fiz compras e arrumei a casa para ver os jogos de hoje. Colômbia 3 x 0 Grécia.
De todos os jogos que acompanhei olhei com atenção para a torcida presente em massa em todas as partidas. Média até agora de 45 mil pagantes por jogo e sem incidentes nas ruas como diziam.


O que também me chamou atenção foi o pai herói que tirou o filho black block da rua, argumentando que ele tinha tudo e não devia estar ali. Eu vejo que o direito a manifestação é de todos, mas quebrar as coisas não. 
Postar um comentário