quinta-feira, 10 de abril de 2014

Gonzagando recorda estreia de Luiz Gonzaga como intérprete


O programa Gonzagando da FM Assembleia (96,7 MHz), desta quinta-feira (10/04), relembra os 69 anos do 25º disco de Luiz Gonzaga, lançado em 11 de abril de 1945. O álbum marcou a estreia do sanfoneiro como cantor nas músicas “Dança, Mariquinha”, de sua autoria com letra de Miguel Lima, e “Impertinente”, polca também composta por ele.

Ainda era cedo, para a sua afirmação como intérprete, que só aconteceria no seu 31º disco, lançado em novembro do mesmo ano, com a mazurca “Cortando pano”, parceria com Miguel Lima e Jeová Portella.
Na época, o presidente da RCA chegara a protestar por ver sua gravadora trabalhar com exclusividade na prensa de discos para Luiz Gonzaga.  Foi neste ano também que Gonzagão conheceu o seu parceiro Humberto Teixeira, cearense de Iguatu, e com ele criou o ritmo que seria sua marca registrada: o baião.
O programa Gonzagando vai ao ar às quintas-feiras, a partir das 20h, com produção de Fátima Abreu e apresentação de Gerado Anésio.
CE/JU


  
Postar um comentário