segunda-feira, 16 de setembro de 2013

Palocci inocentado e agora mídia?

Ministério Público de São Paulo, pediu arquivamento, da investigação sobre sonegação fiscal e crime tributário, atribuídos a empresa Projeto Consultoria, Financeira e Econômica, que tinha como controlador o Ex-ministro chefe da Casa Civil, Antônio Palocci (PT). Segundo denúncia da época (2010), a empresa teria dobrado seu faturamento de R$ 10,055 milhões para R$ 20,515 milhões.
Antônio Palocci

O arquivamento, se baseou em relatório do Departamento de Fiscalização da Secretaria Municipal de Finanças, acolhendo a subscrição do promotor Edmílson Andrade  Arraes de Melo, da Promotoria de Repressão a Sonegação Fiscal. Foi constatado, que houve recolhimento pela empresa de R$ 1,05 milhão em ISS (Imposto Sobre Serviços).
Agora com a comprovação da inocência de Palocci, se tem mais um caso na história da imprensa brasileira de que uma denuncia sensacionalista, leva a destruição de uma imagem pública. Fica a pergunta: será que toda a imprensa dará semelhante espaço para mostrar que Palocci, tinha sua empresa regular?
Duvido muito. Estamos cada vez mais mergulhados em um mar de atropelos jurídicos  onde o que se quer muitas vezes é jogar para a plateia. "Jogar os homens aos leões" e deixa-los como que vitimas do julgamento precipitado do ser humano.


Postar um comentário