terça-feira, 10 de setembro de 2013

Com Mais Médicos, Dilma e Padilha vencem a primeira batalha contra os pessimistas

A pesquisa da CNT, deu a presidente Dilma Roussef um novo momento de respiro diante das manifestações de insatisfeitos. Isso porque sua popularidade subiu de 49,3% para 58% e seu programa de governo para a área da Saúde que trouxe médicos estrangeiros para os locais mais remotos do país teve uma aprovação de 73,9% dos entrevistados, que se disseram favoráveis ao Mais Médicos.
Imagem: Portal do MEC

Prova de que o Governo Federal reagiu rápido as pressões das ruas e tomou medidas que desagradaram uma categoria minoritária, em detrimento de uma maioria que precisava ser atendida o mais rápido possível. Enquanto boa parte dos Governantes Estaduais, ainda não conseguiram criar a empatia necessária para que a população amenize os protestos. Basta ver o caso de São Paulo, onde o governador Geraldo Alckim, tenta dribla as acusações da Siemens de propina de cerca de R$ 1 bilhão do governos do PSDB, desde a época de Mario Covas.
Ou ainda Sérgio Cabral que busca sobreviver ao afogamento politico imposto por militantes influentes que tentam botar abaixo a ordem pública carioca. Ou mesmo aqui em Fortaleza, onde Roberto Cláudio enfrenta ambientalistas contrários a construção da ponte sobre o rio Cocó.
Postar um comentário