domingo, 21 de julho de 2013

O que Roberto Gurgel tem a esconder?

Acusado de nepotismo, desvio de R$ 500 mil dos planos de saúde do Ministério Público, como também gastos de R$ 40 milhões em uso de carros pela PGR, o Ministério Público (MP) presidido por Roberto Gurgel tem muito para explicar, já que o citado Procurador vem insistentemente pedindo a prisão dos réus do mensalão.

Durante essa semana o cearense Gurgel havia pedido duas vezes que os documentos do MP não fossem mostrados, contrariando a lei de transparência que dá acesso a todo o cidadão brasileiro a ver o que todos os órgãos fazem.
A Ministra do STF Carmen Lucia negou duas vezes que os documentos ficassem em sigilo, confirmando decisão anterior do Ministro Teori Zavascki.
E agora esperasse explicações do novo paladino da ética, que como seu sucessor o Senador Demóstenes Torres pode ter que entregar a bandeira da moral para outra pessoa mais digna.
Postar um comentário