quarta-feira, 3 de abril de 2013

Uma Convocação quase sem graça

Depois da saída de Mano Menezes do comando da Seleção Brasileira de futebol, o Brasil ainda não ganhou uma partida sobre o comando de Felipão. Perdeu uma (Inglaterra 2 x 1) e empatou duas (Itália 1 x 1 e Rússia 2 x 2).

E ainda mais essa convocação mixuruca que ele fez agora, na tarde de ontem, para o jogo contra a Bolívia no próximo sábado às 16:30, horário de Brasilia no Estádio Ramon Aguilera, em Santa Cruz de la Sierra. 
Afinal a partida é uma mera limpeza de consciência, para agradar a família do jovem falecido Kevin. Tudo bem o Brasil está tendo um gesto bonito, mas precisa também levar jogadores sem expressão nenhuma no cenário nacional?
Estamos a véspera de uma Copa das Confederações e não podemos perder tempo com jogadores que não farão parte do elenco. Vou citar aqui o goleiro Matheus Caldeira (Corinthians), quarto reserva da equipe paulista. Nada contra o jovem, mas qual papel ele terá de destaque nessa Seleção?
A resposta é clara, nenhuma. Por que não convocou então Cássio (Corinthians)  que é titular e destaque do último mundial de clubes. Tá contundido?, Então chamava o Goleiro Vitor (Atlético MG).
Outra posição surpreendente foi a convocação de Douglas Santos (Náutico), tudo bem, um jogador de uma equipe pequena e do Nordeste, parabéns por isso, mas o motivo não foi por condição técnica e o que conta para mim é isso em uma Seleção.
Convocou também Dória (Botafogo) e Leandro (Palmeiras). Sinceramente para essa posição de atacante poderia ter chamado Jô ou Bernard (Atlético MG).
Tudo bem que chamou de volta Alexandre Pato (Corinthians) e Leandro Damião (Internacional) esses, realmente merecem estar lá, pois fizeram um bom trabalho na era Mano, durante as Olimpíadas de Londres. Outro fator de louvor foi a permanência de Osvaldo (São Paulo), mas será que ele jogará? Ou ficará só ali cumprindo tabela?
Veja abaixo a lista dos 18 convocados e reflita quem merece mesmo está lá:

Goleiros: Jefferson (Botafogo) e Matheus Caldeira (Corinthians)

Laterais: André Santos (Grêmio) e Douglas Santos (Náutico)

Zagueiros: Réver (Atlético-MG), Dedé (Vasco) e Dória (Botafogo)

Volantes: Arouca (Santos), Jean (Fluminense), Paulinho (Corinthians) e Ralf (Corinthians)

Meias: Jadson (São Paulo) e Ronaldinho Gaúcho (Atlético-MG)

Atacantes: Alexandre Pato (Corinthians), Leandro (Palmeiras), Leandro Damião (Internacional), Neymar (Santos) e Osvaldo (São Paulo)
Postar um comentário