quinta-feira, 7 de março de 2013

Hélio dos Anjos será uma boa para o Fortaleza?

Na tarde de ontem (06), os primeiros veículos de comunicação passavam a noticiar a contratação do novo técnico do Fortaleza. O programa da TV O Povo Trem Bala, apresentado por Alan Neto dava a "bomba" em primeira mão, depois o Globo Esporte com Fábio Pizzato.
Na noite do mesmo dia, Hélio dos Anjos direto de São Paulo, participou por telefone de alguns programas em rádio. Esteve no Trem Bala da Rádio AM Globo/ O Povo 1010. Depois foi entrevistado por Paulo Cesar Norões na Rádio Verdes Mares 810 AM e por último esteve no programa da 100,9 FM, apresentado por Deo Luiz.
Hélio dos Anjos

O treinador é aguardado nesta sexta-feira onde passa a ocupar a titularidade  do Leão do Pici. Mais um desafio na vida dessa homem que já rodou o Norte e Nordeste do Brasil, treinando equipes de médio e pequeno porte.
Esteve no futebol cearense em três oportunidades.  A principal delas em 2004, quando levou o Fortaleza de volta a Série A do futebol brasileiro. Com certeza ele não vem para brincadeiras e provavelmente terá um impacto forte na filosofia do time.
Nas suas entrevistas ele deixou claro que vai tentar recuperar jogadores, pois acredita ser essa a primeira missão de um treinador quando chega. Depois ver quais as posições são necessárias para contratação.
Eu particularmente acredito muito no trabalho dele. Já provou o potencial na passagem  pelo Atlético Goianiense, recuperando o time que estava em queda em 2011.
Esse ano será a quarta vez consecutiva que o tricolor de aço disputa a terceira divisão, a torcida não aguenta mais. Agora deve ter paciência, pois o trabalho não se realiza da noite para o dia. O Campeonato Cearense que se inicia hoje a noite é uma etapa de laboratório para ver os jogadores que estarão na equipe no inicio da Série C.
Provavelmente o Fortaleza está dando um passo possível ao acesso. Pois Hélio dos Anjos é um treinador corajoso e busca dar um choque as equipes que treinam. Se dará certo ou não, só no fim da Série C saberemos.


Postar um comentário