sábado, 2 de fevereiro de 2013

Sair do armário pode fazer bem revelar pesquisa

Segundo o estudo feito pelo Hospital Louis H. Lafontaine, afiliado à Universidade de Montreal e publicada na Psychosomatic Medicine nesta terça (29), mostrou que quem assume sua orientação sexual tem menos estresse. Foi feito teste entre 87 mulheres e homens com idade de 25 anos. 
Dois homens são vistos durante uma manifestação de apoio a legalização do casamento gay e LGBT na França

Foi  administrando questionários psicológicos e realizados exames de sangue, saliva e urina para medir o estresse. Segundo o  Robert-Paul Juster, "Contrariando nossas expectativas, homens gays e bissexuais têm menos sintomas depressivos e níveis menores de carga alostática (uma medida do estresse do corpo) do que homens heterossexuais"

A matéria saiu no O Povo na última terça-feira (29) e nos mostra que a violência social pode estar muitas vezes caracterizada, por casos em que as pessoas reprimem seus próprios sentimentos.
Burly Richard Allen ex-Hooligan 

Vejamos o caso de Burly Richard Allen ex-Hooligan que mudou de sexo e hoje se ente mais feliz. Ele mesmo afirmou, que antes batia nos outros para esconder realmente quem era.
Postar um comentário