domingo, 18 de novembro de 2012

Ceara x Bragantino, jogo morno fim de temporada

Sai de casa para o jogo as 14:10, muito tarde quase em cima do horário de começar a partida. Isso se comparado as outras vezes que vou a jogo do meu time. Gosto sempre de chegar cedo para pegar um lugar bom perto das mesmas pessoas. Ali ao lado esquerdo das cabines de transmissão esportiva. Lugar em que fica o Jota Romulo narrando pelo seu Canal do Vovo no meio da torcida na arquibancada.
Subi no ónibus ali em frente a Magazine Luiza na Avenida Professor Gomes de Matos, alias quem foi esse professor mesmo hein? deixa eu ver aqui no google. Procurei nas duas primeiras paginas ai não dizia nada. Só tinha o mapa da rua e os pontos comerciais localizado nela. Agora lembrei vou olhar numa placa que tem bem na esquina com minha Rua Dulcineia Gondim, espera quem foi essa também? kkkk. Que chato também não tem nada sobre minha Rua.
Dentro do onibus Montese/Parangaba :401 estava cheio de torcedores alvinegros, algo não comum na situação que passava o Ceara Sporting Club que ja estava fora de qualquer disputa apenas cumprindo tabela. Mas tinha o apelo do preço do ingresso R$ 10 inteira e R$ 5 meia. Boa chance das pessoas mais humildes verem seu time jogar.
Quando desci junto com a torcida fui caminhando em direcao ao Estadio Presidente Vargas. Pude ver a fila bem recheada de torcedores comprando seu ingresso. Dava para ver que tinha bastante torcedor da Cearamor, ala de torcida organizada do Ceara. A entrada pela Rua Marechal Deodoro estava fechada, entao entrei na rua lateral que vai dar na Avenida do expedicionarios e entrei no estadio ainda com poucos torcedores.
Ali tinham muitas mulheres, um publico feminino maior do que de costume. Me dirigi para meu lugar. Tinham poucos dos torcedores acostumados a ir sempre. Tinha muita gente ali desses que vão pouco ao estádio, mais preocupados em tirar fotos do que ver o jogo.
Antes da partida o atacante Cleo cambalhota foi apresentado a torcida, o jogador tinha acabado de rescindir com maior rival alvinegro o Fortaleza Esporte Clube.

Ali de onde via o baixinho de 29 anos com a camisa alvinegra, estava um sol forte. O jogo que estava previsto para 15:20 pois tinha que seguir a programação do horário de verão da TV a Cabo. Ironia do destino ver esse jogador conosco, quando na semana anterior ele estava la no jogo da Serie C que o Fortaleza foi derrotado para o Oeste por 3 x 1 deixando o sonho do acesso ficar para depois. Coisas da profissão.
Eu ali olhando aquela torcida chegando e me lembrando que como esse jogo ‘e o ultimo do Ceara no PV nesse ano de 2012, eu estava no primeiro jogo do ano, naquela apertada vitoria por 2x1 em cima do Trairiense no Campeonato Cearense. Ali ja se viam as fragilidades da equipe.
O jogo começou com posse de bola do Ceara, que logo nos primeiros minutos fez o gol com Robert. Ali o time parecia querer vencer para acabar com a sequencia de 8 jogos sem vitoria. Tinha um time superior, porem deixava o Bragantino chegar facil. O nosso treinador Anderson Silva estava com um time ousado só com um volante no caso Joao Marcos e dois meias Leandro Chaves e Magno Cruz.
Assim o time do Bragantino chegou ao primeiro gol, numa jogada pela direita e a bola chegando nos pés de Malaquias chutando cruzado na saida errada do goleiro Dionatan. No decorrer do primeiro tempo o Ceara teve mais volume de jogo, porem perdeu muitos gols.
Enquanto o intervalo corria, eu ficava vendo os buracos nas arquibancadas deixados pela torcida do Fortaleza, que quebrou mais de 600 cadeiras. Um absurdo isso e ainda tem cronista defendendo o clube Fortaleza, como se ele não tivesse nada ver com isso.
Voltando ao jogo no segundo tempo, continuou na mesma Ceara perdendo chances com Magno Cruz e Apodi que driblavam bem, mas na finalização falhavam muito. Mota atacante cearense estava inrreconhevivel, por isso saiu para que entrasse Magno Alves. Nesse momento o jovem zagueiro Potiguar do Ceara fez penalte no atacante do Bragantino e como ja tinha amarelo foi expulso. 


Por ironia do destino o lateral Diego Macedo ex Ceara bateu e fez o segundo gol do time paulista. O vozão foi para cima, mas sem ter muita precisão na finalização. Lembrando que o Bragantino lutava para não ser rebaixado e o Ceara apenas se despedindo do ano em casa.
Com um banco de reservas recheados de novos valores o Ceara usou o jovem Gabriel e através dele que sofreu o penalte, o Ceara teve a oportunidade de fazer o segundo gol, mas Robert perdeu essa chance.
Por fim a torcida alvinegra cearense foi para casa triste, mas pelo menos na Serie B, diferente do seu maior rival que vai morrer na Serie C, como já gritava a Cearamor.No fim a a festa foi mesmo dos paulistas que vibraram como se fosse um titulo mundial.
Postar um comentário