quarta-feira, 2 de fevereiro de 2011

Dimas Filgueiras Analise Esportiva Virtudes e defeitos

Venho acompanhando sistematicamente o desempenho do Ceara Sporting Club nos últimos anos. Desde a saída de Zé Teodoro quando comandara o alvinegro de Porangabussu e fora convidado para dirigir o Juventude do Rio Grande do Sul até a chegada de PC Gusmão vindo do Vila Nova de Goiás onde havia sido vice-campeão Goiano. O Treinador PC Gusmão mudou o estilo de jogo do alvinegro. Antes no ano anterior de 2009, ou seja, em 2008 o Ceará participará da série b do Brasileiro de futebol com um time até bem qualificado, porém sem esquema tático de jogo.



O Ceará chegou nesse ano de 2008 a fazer grandes jogos, com muitos gols, porém também levando viradas homéricas. Lembro-me do jogo Ceará e Santo André do ABC Paulista, aonde o Vozão chegou a ficar duas vezes seguidas na frente do marcado e deixou o time paulista virar o jogo. Isso acabou virando rotina naquele ano, time desarrumado em campo com uma defesa irregular e sem nenhuma marcação ao adversário, o deixando jogar livremente.


Na verdade a maioria das vezes foi assim, o time contratando sem parar e não resolvendo o problema. Às vezes o elenco alvinegro chegava a ter até cinqüenta jogadores profissionais. Na verdade o problema era tático e não técnico. Quando o Dimas Filgueiras assumiu o comando técnico do Ceará em 1994 foi criticado do começo ao fim do seu trabalho naquele período. Time fechado em campo, com um esquema defensivo, jogando pelo resultado e assim passo a passo, por cima de criticas gigantescas, o Ceará foi derrubando adversários, Palmeiras, Internacional, Campinense-PB e Linhares do Espírito Santos na semifinal, todos os jogos da mesma forma, com um misero gol e um empate na casa do adversário.
            Diferente disso foi só o jogo no Beira Rio contra o Internacional que foi um jogo com dois times ofensivos, até porque o Inter pressionou a defesa do Ceará, o obrigando Dimas a colocar o time para jogar no contra ataque em busca do resultado naquele jogo adverso. Fora esse jogo que o Ceará perdeu de 3x2 e se classificando porque havia ganhado o primeiro por 1x0 na capital alencarina.


Na final daquele ano o Ceará chegou à final contra o Grêmio-RS e perdeu só por 1x0 ainda tendo um pênalti não marcado por Godoy em cima de Sérgio Alves. Anos depois o Dimas Filgueiras assumiu o Ceará em momentos difíceis como em situações que o Ceará estava na zona de rebaixamento da série B e conseguiu reverter momentos complicados.
            Também Dimas Filgueiras comandou o Ceará em várias conquistas de Campeonato Cearense, porém logo depois era esquecido pelas diretorias que passavam, por parte da torcida e por uma imprensa sensacionalista que suga o sangue em torno da noticia para promover seu programa destruindo a carreira de Dimas Filgueiras.
            Voltando ao ano de 2009 com PC Gusmão no comando e com uma visão diferente do próprio PC Gusmão que nos outros clubes que dirigiu e botou pra cima seus times, no alvinegro de Porangabussu ele reconheceu as limitações do time e buscou sempre a vitória mesmo com o placar mínimo e empates fora de casa.
             Ceará subiu pra serie A depois de 16 anos e PC Gusmão no final do ano não acertando com o Ceará foi embora para o Rio de Janeiro, o Ceará contratou Rene Simões que chegou dispensando atletas ídolos como Adilson. Irritando de cara a torcida e com maus resultados logo o treinador foi dispensando votando PC Gusmão que foi eliminado da Copa do Brasil e conseguiu o Vice no Campeonato Cearense. PC comandou o Ceará também nos setes primeiro jogos do Brasileirão e conseguiu chegar a dividir a liderança com o Coríntias, depois veio a paralisação da Copa do Mundo da África do Sul e o PC saiu e foi trabalhar no Vasco.
            O Ceará trouxe Estevam Soares que depois de seis jogos quatro empates e duas derrotas ele caiu, vindo para seu lugar o "Professor Pardal" Mário Sergio que inventou tanto e o Vozão foi caindo tabela abaixo até ficar próximo da zona de rebaixamento, a gota d água veio na derrota para o Flamengo e por lá mesmo ele ficou com seus auxiliares, sendo um deles seu filho.
            Pra seu lugar foi colocado provisoriamente Dimas Filgueiras que ficaria no comando alvinegro durante o jogo contra o Santos. A imprensa (diga-se Sérgio Pontes) já anunciava que ele ficaria só esse jogo e já falavam em possíveis nomes para o alvinegro. Quebraram a cara, o Ceará ganhou por 2x1 do Santos e Evandro Leitão anunciou que Dimas não era mais interino e ficaria até o fim da competição no comando do Vovô, para economizar, pois já havia gastando muito com grandes treinadores e não ocorriam resultados nenhum.
            Apesar de Dimas ter feito um bom trabalho naquele ano de 2010 na serie A, teve muitas falhas, como a manutenção no time titular de Oziel lateral direito que não sabia fazer um cruzamento que prestasse, enquanto tinha como alternativas na mesma posição jogadores melhores como Diogo, Arlindo Maracanã, Marcos Pimentel. Outro que não era para ser titular era Wellington Amorim jogador que prendia muito a bola e era por demais individualistas, tendo como opções Marcelo Nicácio, Clodoaldo, etc.
            Aliás, a dupla de ataque era composta também por Kempes que não fazia uma finalização certa, a teimosia de Dimas teve reflexo no jogo contra o Avai-SC que já vinha de cinco derrotas seguidas e aplicou 5 x 1 no Ceará. Então aconteceu algo esperado, a diretoria interviu e no jogo seguinte foi mudado todo ataque e parte da zaga. Porém Dimas insistia em ter como titular o frangueiro Michel Alves no gol e Diego Sacoman na zaga deslocando o Anderson que fazia dupla com Fabrício.
            Por coincidência com a saída do goleiro Diego e a entrada de Michel Alves o Ceará que era a melhor defesa do campeonato brasileiro passou a levar gol em quase todos os jogos e assim prejudicar seu esquema tático. Foi quando Dimas obrigado pelas circunstâncias teve que mudar Oziel por Boiadeiro, Welingtom Amorim por Magno Alves e Kempes por Nicácio o time cresceu de produção e ganhou jogos importantes. Depois por teimosia de Dimas, de novo o Ceará levou de 5 gols para o Grêmio. Como Evandro Leitão não queria desembolsar dinheiro com um campeonato que estava quase no fim e o Ceará não tinha mais chance de cair para a série b, preferiu manter Dimas no comando.
            Passaram alguns jogos e o Ceará ganhou do São Paulo por 2x0 no Castelão lotado e com a vaga de novo garantida em uma competição internacional A Copa Sulamericana (antiga Comembol), a mesma que o ceará conseguiu com o trabalho de Dimas Filgueiras. Terminado o Brasileiro, quando todos esperavam que Dimas fosse demitido, porque ele mesmo disse que não queria ficar mais no comando alvinegro, Evandro Leitão surpreende e confirma Dimas para o Cearense 2011.
             Diferente de 2010, logo no inicio o Vovô investiu alto e trouxe grandes estrelas como Iarley, Junior Diabo Loiro, Sérgio Mota, Osvaldo e permaneceu com alguns jogadores do elenco passado como Boiadeiro, João Marcos, Fabrício, Heleno, Michel, Clodoaldo, Marcelo Nicácio. O treinador Dimas Filgueiras resolveu colocar um time B para a estréia do Cearense para preparar melhor as estrelas para adiante.
            Ganhou duas seguidas e um empate contra o Guarani de Juazeiro no Castelão, veio então as criticas da torcida contra o Dimas Filgueiras, um pouco influenciado pela mídia, principalmente AM do Povo/CBN e seu repórter Sérgio Ponte que adora cobrar do alvinegro de Porangabussu, apesar de alguns dizerem que ele é torcedor do Ceará. No jogo seguinte veio então a estréia das estrelas e a vitória contra o Quixadá por 1x0.
             No mesmo dia as criticas surgiram que se tinha um time de primeira com treinador de segunda. Na outra rodada Dimas pensava em colocar o time b, porém pela pressão recuou e escalou a força máxima como preparação para o clássico, ganhou também por 1x0 e começou também a criticarem alguns jogadores como Junior Diabo loiro. No clássico Dimas Filgueiras escalou três volantes: Michel, João Marcos e Heleno, fazendo um time mais fechado para conter os ataques leoninos e deu certo o primeiro tempo, terminou 0x0, pois o treinador do Fortaleza também fez um esquema fechado com três zagueiros e dois volantes.
            No segundo tempo Dimas ousou e colocou Sérgio Mota no lugar de Júnior, Osvaldo no lugar de Heleno e Marcelo Nicácio no lugar de Heleno. O time se soltou mais e fez 2x0: Iarley e Geraldo. Aliás, Geraldo é outro que sempre está sendo criticado e têm que provar a cada jogo que joga com gols e boas jogadas.
            Depois do jogo criticaram Dimas porque jogou com medo no primeiro tempo. Dimas calmamente explicou que em jogos contra time grande como Fortaleza teria que jogar com precaução, como fora na serie A e que já estava planejado para o segundo tempo a entrada de jogadores com maior qualidade de passe. Essa explicação não foi suficiente para Sérgio Pontes que têm mania de perseguir o Dimas Filgueiras, apesar de o Ceará Sporting Club está liderando o cearense com folgas de pontos sobre os outros.

            Admite-se que o Dimas Filgueiras é teimoso em vários casos e muitas vezes têm uma visão distorcida da realidade, porém entende de futebol como nunca e sabe como segurar um placar. Ser teimoso é, aliás, umas das características dos treinadores vencedores por mais que não se gostem deles. Dimas talvez tenha um modo antigo de treinar e goste mais de certos jogadores com estilos mais da sua época, porém admite-se que Dimas é um homem de resultados e mais do que isso é um patrimônio do próprio clube, que se em algum período não conseguir resultados e tiver que sair, voltará a servir o vozão como um soldado em guerra, sempre obediente e disposto para qualquer batalha.
Postar um comentário