sábado, 1 de maio de 2010

Trabalhadores, amém(!?)

Tarde da noite venho até aqui como trabalhador, consciente do meu papel de cidadão e em especial de defensor do pai de familia ( e da mãe de familia também) que sai todos os dias para buscar seu sustento e sofre as piores condições sociais, faltando às vezes o que comor em casa e que mesmo com muitas humilhações consegue ainda educar o filho, para que ele não passe pelas mesmas privações que um dia passou.
. Hoje é um dia de reflexão, para alguns existe alguma pequena conquista para comemorar, sendo uma das principais delas, não está desempregado com o pires na mão atrás de uma oportunidade. Para outros dia de conclamar aos trabalhadores união para que as condições da maioria do operariado melhore. Ainda existem aqueles que sonham com uma oportunidade e ficam tentando na qualificação profissional vislumbrar uma vida melhor.
. Como dizia Che "Acima de tudo procurem sentir no mais profundo de vocês qualquer injustiça cometida contra qualquer pessoa em qualquer parte do mundo. É a mais bela qualidade de um revolucionário". Por isso devemos se sensibilizar com as dificuldades daqueles que estam sendo ainda vitimas de jornadas de trabalho extenuantes, ou estam na semi-escravidão, matando o corpo em troca de coisa nenhuma.
. O sonho primeiro é de ver todos empregados, com a sua carteira assinada e depois vé-los valorizados pela sua profissão, como fala este trecho da canção cidadão, onde vemos o contrário:
"Tá vendo aquele edifício moço
Ajudei a levantar
Foi um tempo de aflição
Eram quatro condução
Duas prá ir, duas prá voltar
Hoje depois dele pronto
Olho prá cima e fico tonto
Mas me vem um cidadão
E me diz desconfiado
"Tu tá aí admirado?
Ou tá querendo roubar?"
Meu domingo tá perdido
Vou prá casa entristecido
Dá vontade de beber
E prá aumentar meu tédio
Eu nem posso olhar pro prédio
Que eu ajudei a fazer..."

. Mas coragem a todos e luta é o que desejo, ninguém falou que ia ser fácil, mas unidos somos mais fortes e podemos vencer todas as batalhas que quisermos. A força está na união e devemos acreditar também em nós, parabéns companheiros e companheiras trabalhadores e trabalhadoras.
Postar um comentário