segunda-feira, 18 de janeiro de 2010

Será um sonho?

Andei sonhando, talvez fosse um sonho qualquer, porém quando acordei senti uma dor no peito, aquela angustia que sentimos quando passamos por alguma experiência desagradável. Logo percebi que tudo que estava vivendo não parecia real, as pessoas a minha volta, era como bonecos de pano. Na verdade tinha um monte desses bonecos no chão, não tinha muita escolha, eu os chutava para longe de mim.
            Tive medo, pois alguns desses bonecos me pareciam familiares, eram rostos bem alegres, algumas mãos calejadas, tinha também bonecos molhados, como se tivessem suando, pareciam trabalhadores. Senti um cheiro bem gostoso, parecia que estava sendo feita uma comida especial. Comecei a procurar, porém o cheiro ficava mais forte e não via nada.
DSC03434 Logo me deparei com uma bela paisagem, tinham pessoas de diferentes categorias reunidas, se falando, cantando juntas, amando-se, era um clima jamais visto antes na face da terra. Apesar de um pouco irreal, não parecia um sonho, porque as pessoas eram normais, com suas roupas comuns, nada de roupa branca de anjo, mas da maneira que gostavam de ser.
            Tinha mulata, louro, anão, gay, aristocrata, rei, ministros, operários, lésbica, índio, padre, pastor, budista, muçulmano, etc. Na verdade eles estavam olhando uns para os outros sem perceberem essas diferenças que apenas meus olhos enxergavam, deve ser porque era novato ainda, estava cheio de preconceitos, visões distorcidas, precisava ver as pessoas com os olhos reais, tirar a máscara e ser igual a eles.
            Logo depois pude entender que tive uma visão, não sei como isso era possível, sou tão cético, com coisas sobrenaturais. Apenas tinha acontecido essa “visão” de um possível lugar onde todos poderiam colocar seus potenciais em prática sem que ninguém se ofendesse pelas diferenças, pois ninguém as veria.
Postar um comentário