quarta-feira, 23 de dezembro de 2009

Ética de uma Nação

-->
Nós vivemos com medo de tudo, estamos presos, exaltamos nossos princípios éticos, porém não podemos denunciar a corrupção clara, aquilo que está na nossa cara. O nosso jeitinho de arrumar as coisas virou lugar comum no dia-a-dia.
            O que vira notícia todos os dias na nossa imprensa de uma forma generalizada, mesmo fazendo parte de nossa conversa comum, passa despercebido. Podemos até vê o que os políticos fazem, mas o medo de denunciar, de ser julgado como “careta”, nos faz silenciar diante de tudo que acontece.
            Como são eles mesmos que fazem as leis e julgam seus próprios atos, ficamos muitas vezes descrentes de que algo que façamos, possa fazer surtir efeito perante aos mecanismos de atuação política.
            A importância de que possamos construir uma mudança significativa para melhorar a questão política perante a sociedade é que todos possam juntos sair do seu comodismo, perdendo o medo e tendo coragem de ser honesto, de ter atitudes corretas e dessas mesmas atitudes se orgulharem.
             Não se pode acomodar, esperar que a política nos mostre o correto devemos nós estar presentes, fiscalizando suas ações de perto. Denunciando todos os desvios, colaborando com leis, ações que sejam benéficas a toda a sociedade. Se o cidadão integro se inseri nesse processo, tudo muda para melhor.
            Estamos vivendo esse momento de muita corrupção, por isso é chegada a hora de agirmos, de sairmos de nós mesmos e vivermos a ligação com o que nos pertence; os destinos da nossa sociedade. A atuação de cada um é fundamental para transformarmos as práticas políticas.
Postar um comentário