sábado, 2 de maio de 2009


Ontem foi o dia do trabalho, a comemoração foi realizada em grande estilo pelas centrais sindicais, CUT, movimentos sociais dos mais diversos no Brasil. No mundo a fora, houve além de comemoração protestos, pelas demissões em massa que estão ocorrendo no mundo inteiro.

            Junto com essa crise econômica, que é também uma crise do capitalismo especulativo, que vende, por exemplo, a suas mercadorias na bolsa antecipadamente, mesmo sem ter a certeza da vendas futuras e quando elas não acontecem, o prejuízo é grande.

            Não devemos por isso, jogar o peso das responsabilidades em cima do pobre proletário, que não pensa a estrutura macro, porém se limita no espaço físico da empresa. Ele é o menos culpado e o que deveria ser mais valorizado em seu trabalho duro.

            Já os grandes jogadores, executivos que esbanjam farras e fazem erradas as suas decisões, têm mantidos os seus altos salários. Enquanto as suas empresas decretam falência para receber do governo ajuda, que ignorância, absurdo!
            Afinal junto com isso a Gripe suína, será que essa gripe é apenas uma marolinha?


Postar um comentário