domingo, 10 de maio de 2009

Coragem Homem do Brasil!!!!




Não gosto de me precipitar nos julgamentos, principalmente quando envolve sentimentos. É o caso do meu amor a Fórmula 1, apesar de ser um torcedor que acompanha todas as corridas, confesso que não entendo muito dessa parte de desenvolvimento mecânico.



Agora com a experiência que tenho, posso dizer claramente que entendo de estratégia de equipe. Acompanhei durantes muitos anos, todo o jogo de equipe para favorecer o piloto, Michael Schumacher na Ferrari. É nojento saber que alguns destes títulos do Schumacher possa ter sido conquistados com a troca de posição dele com o Rubens Barrichello, Irvine, etc.



Sou mais favorável que ganhe o melhor, isso faz a Fórmula 1 mais bonita. Lembro do Prost (O professor), voando baixo na McLaren e o Airton Senna lutando com ele corrida a corrida pelo título, mesmo sendo da mesma equipe. O próprio Massa, quando corria com o Schumacher na Ferrari, não deixava ganhar fácil.



O Jeson Button da Brawn estava desempregado e o Rubens aposentado, nesses dois anos que passaram (2007 e 2008), Rubinho foi melhor que o Button na Honda (atual Brawn). Esse ano de 2009 houve uma virada. A equipe Brawn é a melhor equipe da competição, disparada a frente da Ferrari e McLaren.

            Concordo que na maioria do campeonato até a 4° prova, o Button foi melhor, porém até mesmo no Bahrein, o Barrichello poderia ter tido melhor sorte, pois seu carro estava bem e aí à equipe resolve fazer três paradas no boxe. Eu pergunto: pra que? O carro estava bem, porque não ter deixado como estava o Rubens poderia ter ganhado essa corrida?

            Na Espanha hoje, foi claro pra mim que existe uma articulação da equipe Brawn GP, para beneficiar o Jeson que está na liderança do campeonato. Vejamos por que: O Barrichello passou o Button na largada e assumiu a ponta da corrida, deixando o companheiro para trás. Estava os dois com o peso do carro parecido, o Button mais leve e lógico com possibilidades de parar três vezes.

            O Barrichello tinha tudo para fazer ele duas paradas, mas aconteceu o contrário o Button mais leve fez duas paradas e o Rubens mais pesado fez três. Aí entrou o jogo de equipe; para que não se percebessem que houve nos boxes a estratégia para dar para Button o 1° lugar na corrida.


            Até ai tudo bem, mas o Rubens Barrichello aceitar isso é demais. Como é que pode, ele perto da aposentadoria ser tão covarde? Vamos Rubens Barrichello acelera, toma vergonha e seja homem. Eu sei que você é melhor que o Button, assuma para si a responsabilidade e vire herói, porque até agora você foi só vilão.
Postar um comentário