terça-feira, 20 de janeiro de 2009

A juventude não para.



Estamos, vivendo uma crise mundial, que levam muitos ao desemprego. Milhares das portas se fecham para os trabalhadores. O capital financeiro (especulativo) quebrou as pernas. Precisa agora do gesso do governo para se levantar e ajuda que seria para financiar melhores colégios, mais construções e infra- estrutura para as cidades e gerar mais emprego.
Os jovens que estão no meio de um mundo competitivo, desigual e injusto. Não sabem se derrubam os outros para subir na vida, ou tenta praticar a solidariedade e cai no esquecimento, como se fosse um idealista longe da realidade.

            Estamos tão encantados com as novas tecnologias que parecemos mesmo, sem dúvida aqueles que vagam no mundo segundo o olhar de Matrix. E não sabemos parar que caminho levar nossa juventude, para o poder, ou para multiplicação da solidariedade?
Postar um comentário